Nossas publicações

Custos de materiais e serviços da construção aceleram em outubro

O Índice Nacional de Custo do Mercado (INCC-M) passou de 0,14% em setembro para 0,19% em outubro. O aumento foi puxado pelos preços de materiais e serviços da construção, que cresceram 0,44% – com destaque para os materiais de acabamento e os itens para pintura. Já os custos com mão de obra mantiveram-se estáveis, com leve recuo de 0,01%. No acumulado do ano, o índice registra alta de 3,59%.

As cidades que registraram a maior inflação setorial foram São Paulo (0,25%) e Rio de Janeiro (0,15%). O índice registrou alta, mas desacelerou em Porto Alegre (0,19% para 0,08%), Salvador (de 0,28% para 0,13%), Recife (de 0,28% para 0,24%), Brasília (0,39% para 0,24%) e Belo Horizonte (0,22% para 0,11%).

Os dados são do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), que analisam sete capitais (Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo) entre os dias 21 do mês anterior ao 20 do mês de referência. A taxa serve como base para atualização dos valores das construções de habitações e também compõe o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), utilizando na correção dos contratos de aluguel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *